menu

Image Map

17 maio 2016

COMO TER UM ARMÁRIO CÁPSULA?



O armário-cápsula (capsule wardrobe) é o mais novo conceito da moda, e vem mudando a maneira de pensar de algumas mulheres. A ideia gira em torno da simplificação da vida, começando por um guarda-roupa compacto que permite criar inúmeros looks com poucos itens durante uma temporada inteira. Além de economizar, pois você não vai precisar mais gastar horrores de dinheiro comprando muitas bolsas, sapatos, vestidos, calças etc. 


Armário-cápsula é uma técnica que consiste em escolher uma quantidade limitada de peças para vestir durante um tempo determinado, sem comprar nada novo, apenas criando combinações com as peças existentes.

A nova tendência apoia a ideia de consumo consciente e ajuda a evitar o consumo impulsivo. E nos faz refletir se realmente precisamos comprar aquela mercadoria, ou pensar 10 vezes antes de sair comprando por impulso, até mesmo peças semelhantes as que você já tem no seu armário. 

O termo "armário cápsula" surgiu na década de 70 com estilista Susie Faux, dona de uma loja chamada Wardrobe (guarda-roupa, em tradução literal). Ela imaginou a possibilidade de ter um guarda-roupas com poucos – e bons – itens, mas que combinassem perfeitamente entre si. E isso foi basicamente o que a blogueira norte-americana Caroline Rector, fez para nos provar que pode dar certo.Em 2013, ela adotou o armário-cápsula e sua experiência foi relatada no blog "Unfancy".

Que tal passar uma estação inteira com apenas 30 peças? Não é uma regra ter somente 30 peças, é apenas uma sugestão. Algumas pessoas adeptas do armário-cápsula passa um estação inteira com apenas 13 peças. Vai da necessidade de cada pessoa.

O funcionamento é simples, a cada três meses, Caroline reúne 37 peças versáteis que se encaixam perfeitamente ao lifestyle daquela estação. O restante – itens de outras temporadas ou peças que já estavam sendo usadas com pouca frequência – é armazenado em caixas sob a cama e, se não for revisitado mais, será doado.

Em resumo, seu armário consiste em nove pares de sapato, nove peças de baixo, 15 peças de cima, dois vestidos e dois casacos. Para chegar ao número, ela avaliou quantas peças queria e/ou precisava de cada categoria. Por isso, acha que essa quantidade pode variar de pessoa para pessoa. O ideal é se manter entre 30 e 40, no máximo. E mais: nem tudo deve ser uma nova aquisição. Alguns itens atravessam temporadas no armário de Caroline, que adotou esse novo hábito há dois anos.



A nova prática ajudou inclusive Caroline a controlar as compras feitas por impulso. Durante os três meses em que o armário está prontinho, ela aproveita para juntar US$ 500 (R$ 1.900) para poder comprar coisas pontuais ou que deseja muito ter no armário da próxima estação.Mas uma mudança desse tipo exige muita reflexão e paciência. Dificilmente, ela será feita de um dia para o outro. O desapego material é gradativo. Mas um bom ponto de partida é questionar por que manter no guarda-roupa peças que já nem vestem tão bem ou já não correspondem mais ao seu estilo.







COMO MONTAR MEU ARMÁRIO-CÁPSULA:






Não existe uma única regra para montar um armário-cápsula, a primeira coisa que você tem que fazer é refletir pois esse tipo de conceito não foi feito para todo mundo. Muitas pessoas tem dificuldade de repetir roupas e principalmente de economizar. O armário-cápsula não funciona para todo mundo. Mas não custa nada tentar. Se você acha que terá dificuldades para montar seu armário, o ideal é contratar uma consultora de imagem, no caso euzinha. Rsrsrs! 

Para quem não sabe sou jornalista e também consultora de moda, então se você precisa daquele empurrãozinho, entre em contato comigo, ficarei muito feliz em ajudar.


Então vamos ao que interessa, abaixo listei algumas dicas para você colocar em prática seu novo estilo de vida.

  • Você precisa praticar o desapego: Para quem tem dificuldades de doar peças, fica só acumulando roupas no guarda-roupa que não usa há anos. Aprenda já a desapegar de tudo aquilo que você não usa mais, não gosta ou que não te serve. Doe tem tantas pessoas precisando de roupas e calçados.
  • Aprenda a repetir looks. Isso mesmo, se você tem dificuldades de repetir roupas e não gosta, pense 10 vezes antes de querer aderir a este novo conceito que é o armário-cápsula. 
  • A quantidade de roupas pode variar entre 13,30,45 e assim por diante. Escolha roupas neutras, confortáveis e versáteis. 
  • Cores: Pense em cores que fazem sentindo para cada estação do ano. Dê preferência para cores neutras que combinam com tudo, como branco, preto, cinza, marrom ou azul marinho. Com as cores básicas definidas fica mais fácil harmonizar com todo o resto. Depois escolha algumas peças mais coloridas para dar um "up" nos looks.
  • Hora de refletir: Identifique o seu estilo, isso é muito importante. É a partir dele que você vai saber por onde começar a montar seu armário-cápsula. Seu estilo é clássico, romântico, despojado, chique, boho, girly ou esportista? Leve isso em conta na hora de escolher suas roupas.  Se você não sabe qual o seu estilo, mais uma vez digo, está na hora de pedir ajuda a um profissional de moda. 
  • Como é o seu estilo de vida? Faça uma lista das principais atividades que envolvem o seu dia-a-dia. Como: trabalho, viagens, passeios, feriados, eventos como aniversários, casamentos e até o tempo que se passa em casa.
  • Marcas: Faça uma lista de lojas, marcas e designers que você adora e que funcione com o seu estilo, corpo e orçamento. Isso ajuda a guiar as compras.

  • Peças-chave: Coloque no papel itens que você já tem e alguns que pretende comprar. Pense uma lista geral de favoritos para ter uma noção mais completa do seu estilo pessoal. Inclua tops, partes de baixo, sapatos, vestidos e terceiras peças. Deixe de fora da contagem roupas de malhar, acessórios, pijamas, lingerie e moda festa.

Imagens: Pinterest

  • A moda está em constante mudança, o que é tendência hoje amanhã, ou daqui alguns meses deixa de ser. Por isso é importante levar em consideração estilos, cortes e texturas que são considerados clássicos e que nunca saem de moda, esses devem ser priorizados na hora de montar um armário-cápsula.
  • O armário-cápsula é ótimo para quem quer emagrecer. Rsrsrs! Você fica de olho na sua alimentação e evita ganhar uns quilinhos extras, pois a variação de peso afeta a quantidade de roupas novas que você compra.
  • Opte por roupas de qualidade que possam durar por muito tempo.
  • Quando tiver suas peças selecionadas, guarde todas as outras em uma mala em cima do seu armário, ou onde achar melhor.
  • Considere o clima e a estação de onde você mora. Aqui em Belo Horizonte por exemplo, o clima é totalmente diferente de Santa Catarina que sempre faz um friozinho gostoso. 





  • 1. Aproveitar melhor as peças que você já tem. Às vezes, temos tantas roupas no guarda-roupa que fica até difícil ser criativa nas combinações. Quando você limita o número de peças, consegue otimizar o que tem.
  • 2. Facilitar a escolha das roupas, já que a variedade é muito menor e assertiva.
  • 3. Otimizar o espaço no seu guarda-roupa, que não ficará abarrotado de roupas.
  • 4. Usar só peças que ama muito. Isso vai evitar comprar por impulso.
  • 5. Economizar dinheiro, (esse tópico os maridos vão amar) Rsrsrs! pois você não comprará roupas novas nos próximos três meses. Ou mesmo gerenciar compras por impulso no cartão de crédito, já que você organiza seu orçamento destinado às roupas.


Imagens/Pinterest.



Guia básico de cores para o seu guarda-roupa (sugestão)



INSPIRAÇÕES





Imagens/Pinterest.

Confesso para vocês que eu estou passando da hora de praticar este novo conceito. Já comprei várias vezes por impulso, e itens desnecessários e depois me arrependi. Preciso comprar somente o essencial e gastar menos. Rsrsrs! 

Se eu eu conseguir aderir a esta tendência conto para vocês. Em tempos de crise é uma ótima opção. 







Um comentário:

isa provati disse...

Adorei o post, acho a ideia super legal, maas acho que não conseguiria me adaptar haha
Adorei seu blog tmb
Também tenho um blog!
https://isabellaprovati.blogspot.com.br/
haha mto sucesso pra vc, bjuus