menu

Image Map

28 novembro 2014

MINHA COLAÇÃO DE GRAU!

Oie gente!


Até que enfim vou poder compartilhar com vocês um pouquinho deste dia especial. Eu me formei em jornalismo para quem não sabe, em setembro do ano passado. Na Universidade Federal de Ouro Preto, em Minas Gerais. Minha turma infelizmente não quis fazer nada (fotos com a camisa do curso, e beca, colação de grau e baile). Eu me sentia muito frustrada com isso, sempre sonhei em participar de uma colação de grau, ser recebida com faixas, ver meus familiares ali emocionados, gritando meu nome e me aplaudindo, afinal é uma grande conquista, e no meu caso então não foi nada fácil me formar.

Minha trajetória começou em 2006, quando eu ainda morava em Belo Horizonte, comecei  a fazer meu curso de jornalismo na Universidade Fumec, ela é particular, meus pais dava um duro para conseguir pagar a mensalidade caríssima todo início de mês, e eu ainda ajudava com um pouco do salário que eu recebia que não era lá grandes coisas.  Para quem não tem grana, estudar em faculdade particular é viver sob tensão, você sabe que a qualquer momento por falta de dinheiro, vai acabar trancando a faculdade. E foi o que aconteceu comigo duas vezes,  como eu chorava, me sentia desolada, era como se uma balde de água fria estivesse caindo sobre a minha cabeça. 

Até que em 2009, eu me casei e teria que mudar de cidade, nessa época faltava três semestres para eu formar, meu esposo muito compreensivo ainda disse que eu poderia acabar meu curso se quisesse, e depois me mudava. Mas quando a gente casa, quer estar perto da pessoa amada. Foi então que resolvi tomar uma atitude radical, como já tinha trancado o curso duas vezes por falta de grana, e aqui na cidade onde moro atualmente tem a universidade federal, resolvi deixar meu curso de jornalismo na Fumec, e fui embora para a cidade de Mariana,  tentei entrar na UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), não foi nada fácil mudar de cidade, ficar longe dos meus familiares, não conhecia nada e nem ninguém aqui. Também não foi fácil entrar para a UFOP, mas eu coloquei na minha cabeça que tinha que entrar em uma universidade federal, assim falta de dinheiro nenhuma iria me fazer desistir de um sonho, eu só ia sair se eu quisesse. Rsrsrs!


E assim se passaram três anos de dedicação ao curso, momentos bons, outros de muito estresse. Muitos trabalhos, provas e o temido TCC. Me agarrei em Deus com todas as forças, quando descobri que estava grávida do Caleb, já estava no final do meu curso faltava 3 matérias para eu me formar. E nessa época a universidade entrou de greve e ficou meses sem ter aulas, resultado, o Caleb acabou nascendo, tive que fazer as matérias que faltavam por meio de ensino domiciliar. Essa fase foi bem complicada, meu filho tão pequenino, eu cansada, ainda tinha que entregar trabalhos e fazer o TCC. Aproveitava quando ele dormia para adiantar alguma coisa. Foi Deus mesmo que me ajudou e me deu forças!


Como minha turma não quis fazer nada e eu tinha o contato de outras turmas,  entrei de bico em uma turma que eu conheço e resolvi fazer a colação de grau com eles. Rsrsrs! 






Melhor abraço do mundo!











Ownnn meu príncipe!





Papi bonitão!





Sogrinho e sogrinha




Minha família.



Meus pais.





Meus tios.











Nenhum comentário: