menu

Image Map

21 maio 2013

Glacê Saúde: Bafinho de onça, o que fazer?

Quem nunca passou por isso que atire a primeira pedra. Todo mundo algum dia, já teve o temido mau hálito!

É extremamente desagradável tanto para quem tem, quanto para quem convive com esta pessoa. Muito complicado, como falar sobre isso para um amigo ou familiar, é muito constrangedor!



Por isso, saiba as causas e anote as dicas.






A grande maioria dos casos de halitose (mau hálito), tem origem na boca, onde vivem centenas de bactérias com diferentes necessidades nutricionais. Quando essa flora digere proteínas, podem ser liberadas substâncias que têm mau cheiro, como o gás sulfídrico, resultante do metabolismo anaeróbico e o odor característico de ovo estragado, e o escatol, uma substância que também é encontrada nas fezes.

A halitose costuma não ser percebida pelos portadores do distúrbio, mas provoca repulsa nas pessoas que se relacionam com ele.

Pesquisas recentes mostram que a principal região anatômica responsável pelo mau hálito é a área posterior da língua, no fundo da cavidade oral. Essa região além de receber um fluxo diminuído de saliva, contém grande número de pequenas criptas nas quais as bactérias podem alojar-se. Nesse local elas digerem as proteínas dos restos alimentares ali retidos.

Através do aparelho que se chama halímetro é possível medir o grau de halitose.




Causas

1) Má conservação dos dentes, inflamação das gengivas, pedaços de alimentos retidos entre os dentes, abscessos;
2) Menor produção de saliva (por isso, o odor matinal é sempre mais forte do que os que ocorrem durante o dia);
3) Ressecamento da boca  decorrente de jejum prolongado, desidratação, exposição ao ar condicionado, estresse,  uso de certos medicamentos, assim como  respirar pela boca e falar por muito tempo;
4) Presença de saburra lingual, isto é, de uma placa bacteriana esbranquiçada, amarelada ou amarronzada, que se forma no fundo da língua;
5) Consumo excessivo de álcool e cigarro;
6) Alimentos que diminuam seu PH (como a cebola e alho)
7) Infecções como amidalites, sinusites, etc.

O que fazer para acabar com o mau hálito?

  • Fazem sempre uma boa higiene na boca sempre que comer;
  • Ir ao dentista regularmente;
  • Beba bastante água, pelo menos dois litros por dia, para manter a boca umedecida;
  • Evite ficar muitas horas sem comer, o jejum prolongado favorece o aparecimento de halitose;
  • Use o fio dental quando for escovar os dentes;
  • certifique-se que o funcionamento dos estômago, rins e intestinos não apresentem nenhuma alteração, e atenção para os níveis de glicemia.
  • Goma de mascar ou balas sem açúcar, ajudam a aumentar a salivação. Mas use de vez em quando.




Imagem: Google.




Um comentário:

André Santos disse...

Post muito legal mesmo, viu!
Arrasou nas dicas.

André Santos!
www.boletimdamoda.blogspot.com.br

Abraço.