menu

Image Map

06 agosto 2008

FEIRA BIJÓIAS!!!

Feira Bijóias mostra verão de bijuterias grandes, com flores e misturas de materiais
Este colar com pingente em forma de flor é da Camila Klein, um dos destaques da feira Para o próximo verão, as bijuterias e jóias priorizam em especial a mistura de metais com cristais, pedras ou resina, por exemplo, com banhos em ouro e prata, também de aspecto envelhecido. As pérolas retornam com força, porém mais despojadas; os colares em geral são mais longos, com amplo uso de pingentes. Quem aponta as novidades é Vera Masi, diretora-excutiva da Bijóias, feira que aconteceu entre sábado e esta segunda-feira (4) no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.Em sua 42ª edição, o evento que é um dos principais do setor mostrou ainda os braceletes como principal aposta entre os acessórios para os braços, em modelos largos em acrílico colorido, madeira ou metal. Já para os dedos, vêm os anéis, grandões, aproveitando as formas geométricas e a inspiração "art déco".
As flores aparecem como tema bastante trabalhado tanto nas bijuterias e jóias, como nas bolsas, lenços e acessórios para a cabeça. Elas são utilizadas em diferentes tamanhos, padronagens e materiais, remetendo ao 'flower power', às vezes ganhando também um toque oriental.Identidade brasileiraO ponto de destaque dos acessórios nacionais frente às produções de outros países é a personalidade marcante e o chamado "RG brasileiro" imprimidos às peças. "Temos os chineses atacando de todos os lados, com as falsificações, não temos como competir. A saída é fazer do design e do valor agregado das peças o diferencial. As pessoas querem o diferente, no sentido de customizado", opina a diretora-executiva da Bijóias. Com isto em mente, Vera destaca o trabalho das marcas Camila Klein, Korposnu, Lena e Chris Acioli, e Trois Design, entre os mais de 150 expositores do evento. Para ela, são alguns dos designers que mais trouxeram renovações e novas propostas de uma coleção para a outra, com artesanato, ar moderno, design caprichado ou uso de materiais inusitados.Em três dias, o evento movimentou cerca de R$ 35 milhões e aproximadamente 10 mil pessoas.
O público, no entanto, concentrou-se principalmente na abertura da Bijóias para aproveitar a pronta-entrega dos fabricantes, que enviavam as mercadorias já no sábado por meio de um posto dos Correios instalado no próprio Centro de Convenções.A próxima edição paulistana da feira está marcada para a segunda quinzena de novembro. Antes disso, em setembro, o evento passa pelo Rio de Janeiro, nos dias 11 e 12.

Nenhum comentário: